domingo, 31 de outubro de 2010

Sonhos esquisitos viraram rotina nas minhas noites de sono.

      Intrigantes e completamente sem um sentido objetivo.Meus sonhos estão se tornando cada vez mais complexos.Meu sonho da noite passada teve até um certo sentido,ou não.Eu estava em um parque.Grande,arborizado,com flores ornamentais.Cores variadas e espécies desconhecidas de flores,pelo menos eu não conhecia.Agora vamos as partes esquisitas que meus sonhos sempre tem.Estava com roupas coloridas.Não do tipo ''restart'',mas eram roupas que eu não tenho costume de usar.Uma blusa verde com uma cara de cachorro,uma calça jeans preta,e um all star vermelho.Caminhava olhando para os lados estranhando o que via.Eu era ''normal'',mas tinha pessoas ali com um efeito de ''preto e branco'',como se tivessem pegado elas e colocadas em um programa de computador.Tinha também pessoas com efeito de ''sépia'' e pessoas com efeito ''negativo''.Na minha mente eu interpretei da seguinte forma: As coloridas,como eu,eram as felizes,as de preto e branco,eram as tristes,infelizes,as de sépia,eram as ''vazias'' e as de negativo eram as más.De onde eu tirei essa idéia?Não sei.Na hora do sonho eu tive essa interpretação e só.Enfim...No sonho eu notei também que,lá no começo do parque haviam outras pessoas como eu,perto das outras pessoas de sépia e das de preto e branco.Notei também que quando as ''coloridas'' conversavam com as outras infelizes e vazias,elas iam ficando coloridas,depois se levantavam ,sorriam para as coloridas que as tinham ajudado e ia em direção ao final do parque,onde ficavam as pessoas infelizes,vazias,nas quais a ''novas coloridas'' iriam ajudar.Mas,vendo para as pessoas más,eu não via ninguém de diferente,além de outras iguais a ela.Pessoas sem cor,cor sépia e coloridas não se aproximavam das pessoas negativas.Sim,é um pouco difícil de entender.
      Continuando...depois de um tempo,boa parte das pessoas do parque já estavam alegres,saltitantes e coloridas como eu.Mas ali eu não ajudava ninguém,apenas observava.De repente alguém aparece do meu lado,como se acabasse de chegar e se juntou a mim para observar também.Esse alguém,como em todos os meus 4 últimos sonhos,era indeterminado.Sua imagem era embaçada e eu não conseguia diferençiar entre homem ou mulher.Diferentemente de mim,o alguém não estava tão impressionado como eu.Como eu sabia?Também não sei,já que não dava pra ver seu rosto.O sonho acabou quando ele me puxou delicadamente para um coreto que surgiu perto de onde estávamos.
      O indeterminado,nome que escolhi para esse alguém,aparece em todos os meus sonhos.O do jardim,o do cinema,esse,o da festa entre outros que não citei no blog.Seria uma perseguição?Coisas da minha imaginação?Estou sendo perseguida por um ser que fisicamente não existe?Se estou sentindo medo?Não.Misteriosamente não.O indeterminado,em sonho nenhum me impôs medo.Aparece sempre suavemente,quando fala,fala coisas muito relaxantes e bonitas,apesar de eu não compreender uma só palavra,já que o que ouço no sonho são apenas ruídos.Enfim...ficamos aqui com uma pequena e insiguinificante incógnita sobre esse sonho.Sonho que teve uma ''aparência'' meio ''filme da Disney''.

                                                           ~~ Fim ~~

sábado, 30 de outubro de 2010

Mais um sonho pertubador. D:

    Estava dando uma festa.A loucura começa ai.Eu,dando uma festa?Não.Enfim...Todo mundo que eu conheço estava lá.Todos.Amigos e amigas atuais,e até amizades de quado era criança.Todos os professores que eu já tive também estavam lá.Festa animada.Luzes psicodélicas,piso piscante,música do tipo ''tecno'',e muita,muita gente.Pulavam e dançavam como loucos.Até as bebidas tinham cores que brilhavam no escuro.Muito louco.Essa festa não era na minha casa.Parecia mais uma casa de férias.Tipo uma casa de filme.Grande,duplex,tinha uma piscina que refletia as luzes e dava um efeito interessante nas paredes verde com vermelho da casa.Não tinha muros.Havia uma lagoa perto dali.E a festa continuava.Agora vamos para mais detalhes estranhos.Ninguém ligava pra mim.Quer dizer,por algum motivo eu tinha certeza que ali era minha casa,(tipo,não era minha casa,a que eu moro hoje,mas era uma casa que meu pai havia comprado eu acho. :s ).Meus cachorros estavam ali.Até meu quarto eu via lá de baixo,(estava perto da piscina,imóvel,só olhando ao meu redor).Então eu estava dando a festa.Mesmo que eu não quisesse mas,os convidados deveriam vir até mim e dizer como estava a festa.Falar comigo.Nada.Como sempre é nos meus sonhos,eu ficava sozinha ali.Até que um dos convidaos olhou pra mim.E o resto deles olharam pra mim também.E começaram a me arrastar.Meu deus!Estavam me expulsando da minha própria festa!Até que me jogaram e eu cai de bunda no chão. (=D)Depois fecharam a entrada que tinha da casa,que do nada passou a ter muro e portão,e entraram pulando e gritando desesperadamente por causa da música que começou a tocar naquele momento.
     E eu fiquei ali,como sempre,sozinha,com o traseiro doendo,olhando para a festa que acabaram de me expulsar.Me levantei,e sai andando,chorando e transtornada,pela via que surgiu ali perto da casa.Depois de um tempo a estrada se tornou escura.Quando olhei pra trás,a casa havia sumido.Ainda andando,comecei a maquinar sobre coisas.Não lembro que coisas eram essas,mas a tristeza tinha acabado.Não,não estava feliz.No momento eu estava com um sentimento de vazio.E continuava andando.Ao meu redor não havia nada.Solitária,como sempre fico em meus sonhos.Depois de um tempo,o conhecido alguém aparece mais uma vez na minha frente aparentemente sorrindo.De repente um vento forte começa e o leva tudo que não tinha ali,inclusive o alguém.Meio sem sentido,mas é como eu posso descrever o que o vento havia levado.Poderia ter sonhado mais,só que o meu querido cachorro começou a latir na hora e eu acordei.

                                                                             ~~ Fim ~~

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O filme começa...

   Estou sentada na poltrona do meio,na última fileira.O filme é inderteminado.Acho que era romance.No começo aparecia uma menina sentanda num campo,vários pinheiros ao redor,e,pelas imagens do filme e pela roupa da garota,fazia frio.Ela estava sozinha.Se contorcia de frio apesar dos agasalhos.Talvez ela sentisse frio internamente.Ela olhava ao seu redor como se estivesse procurando ou esperando alguém.Mas ela não saia de lá.Ficava apenas sentada na grama.Parada,ora olhando incorfomadamente para o chão,ora olhando esperançosa para as árvores.É,ela estava esperando alguém.Ou pelo menos estava esperando que alguém aparecesse,seja lá quem fosse.Enfim,os pequenos detalhes de mais um sonho que eu tive não importam muito.De repente alguém aparece.Uma linda figura.Parecia até crepúsculo.O cara brilhava.Fora isso,nada de semelhante.Não era tão alto.Não era tão magnífico.Cabelos pretos e meio rebeldes,olhos castanhos,não muito magro e não muito robusto.Um cara normal.Mas a garota não o notava.Não o sentia.Seria ele o cara invisível citado na minha postagem passada?Talvez.Mas do nada um sorriso surgi na expressão do cara.E na garota também.Mas eles não se olhavam.O sol aparece entre as nuvens que pairavam sobre eles.O filme acaba aí.
    Estranho.Muito estranho.O pior não foi isso.As luzes do cinema se acendem.Céus!O cinema tem uma aparência muito antiga.Piso de madeira,poltronas de madeira,e o filme era mudo apesar de ser colorido.Não havia notado isso.De repente o chão do cinema começa a desmoronar.E as pessoas que estavam ali presentes não se manifestavam.Pareciam zumbis.E eu ali sem saída,desesperada,louca para que o sonho acabe e que eu acordasse olhando fixamente para o teto do meu quarto.Mas não acordava.Começei a escorregar.Cai no buraco.Finalmente o sonho acabou!Não.Não havia acabado.Estava eu deitada em algum lugar,sozinha,como eu sempre fico em meus sonhos.Droga!Que sonho sem sentido.E ele não acaba.Enfim...Uma pequena luzinha aparece.E ela vai aumentando,aumentando,até se tornar cegante.E então eu apareço no mesmo local da garota.E o mesmo cara aparece.Mas ele olha nos meus olhos e eu olho nos dele.Mas a imagem se distorce e tudo vira fumaça e eu acordo.
 ~~ Oi,você leu agora mais um besta sonho meu sem nexo algum...enfim.Tire suas conclusões.Talvez o sonho tenha algum significado,ou não.

                                                                  ~~ Fim ~~

                                  

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Invisivelmente bem.

       Ninguém te nota.Ninguém te vê.Ninguém te escuta.Por mais que você grite e que sua garganta estoure,ninguém te ouve.Niguém te sente.Não notam sua presença.Essa é a vida de um invisível.Apenas mais um entre milhares de pessoas.Ele olha para o mundo e o mundo não olha pra ele.É um invisível aos olhos de qualquer um.Mesmo vixando os olhos em alguém,esse alguém nunca olhará nos olhos dele.Como olhar pra alguém que ''fisicamente'' não existe?O invisível é solitário no meio da multidão.Conversa com o ar,um dos poucos semelhantes a ele.Na vida,muitos esbarram nele e nem se tocam.Vida cruel a de um invisível.Sem amigos.Sem amores.Uma vida sem vida alguma.Sem felicidade.Apenas uma vidinha que será vivida e nem se quer apagada,pois não existe.

      ~~ Oi,estou aqui enrrolando sobre um assunto sem o mínimo nexo.Sem um único sentido.Apenas escrevo o que vem na minha mente.Minutos de criatividade e pouco conteúdo sobre um ser inexistente.Um ser invisível.Porque escrever sobre isso?Não sei.Assim como o invisível,eu grito por dentro e ninguém me ouve.Falo ''sozinha'' com o ar.Sim,o nada é um grande amigo nas horas inoportunas do dia.Por mais que externamente eu seja alguém feliz,engraçada e que faz todo mundo rir,tem momentos que cansa e o nada ouve meus pensamentos e me sinto bem.Não existir por alguns poucos minutos é revigorante.Sim,sim,eu não tenho idéia do que eu estou falando.Talvez porque o nada já tenha esquecido de mim.Ou ele esteja me ignorando.Não sei.Por isso estou aqui escrevendo meus assuntos bestas,e inuteis pra quem ler.Mas tudo bem.Um dia até esse blog não vai mais aceitar a senha só para não ter que postar minhas postagens.Chega!Isso já está se tornando depressivo.


                                                                              ~~ Fim ~~

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Miserável dia. (:

            ~~ Oi

    Pessoas do mundo ou fora dele.Estou aqui mais uma vez escrevendo mais uma postagem inútil para não sei quem ler.Hoje eu acordei maravilhosamente bem, e não me pergunte porque.Apenas me acordei feliz.Analizei meu reflexo de uma forma carismática,o que não é típico de mim, pois são gosto da minha imagem.Não,não sou feia,mas também não sou bonita ou linda.Voltando ao foco,Meu dia foi interessante,apesar de não ter acontecido nada de ...interessante.Hoje teve prova.Motivo de revolta e irritação,pois nunca consigo seguir o conselho do meu pai e estudar antecipadamente.Estudo no dia da prova mesmo.Literatura é um saco e Física é pior ainda.A professora de literatura é um porre.Quem a vê dando aula sabe do que eu to falando.Ela só dá aula por que enfim...alguém tem que trabalhar nessa vida.Passa a aula inteira bocejando.E quem disse que ela se levanta da cadeira pra dar aula?Ela manda todo mundo se linxar estudar e fim.Ela fica vendo revista de langerrie não sei escrever.Já o professor de física é legal,mas...quanto ao ensino...Geralmente física é que nem matemática: só se aprende exercitando.Mas ele não passa dever.Ele até passa,mas faz na sala de aula e ninguém aprende.
    Tirando esses e outros fatos,meu dia foi legal.Depois da aula fiquei conversando com o povo do meu colégio sobre coisas que nem eu sei.Estava meio voadora longe,me perdendo em meus pensamentos indeterminados...Acho que é só.Sim,é estranho eu,num dia falar coisas poéticas,ou não,e no outro falar sobre futilidades de como foi meu miserável dia num colégio comum com gente comum,como eu.Oi,estou feliz. :)


                                                                       ~~ Fim ~~

domingo, 24 de outubro de 2010

Reflexões

      Domingo.Se destaca por ser o dia mais claro e quente de toda a semana.O dia mais agoniante.O dia mais ensolarado.O dia que mais venta.Vento que,discaradamente não refresca nem um pouco,por ser forte e quente.Vento que suja toda a casa,com folhas e poeira.Vento litorâneo,que não ajudam em nada o humor do domingo.A ''personalidade'' de um domingo influencia e muito no nosso humor.Os neurônios fervem num domingo,[no meu caso,isso acontece todos os dias a partir do amanhecer até o fim de tarde].A cabeça dói,a raiva e a irritação aparecem.Ficamos aborrecidos com o nada.Sim,talvez o que eu esteja escrevendo não faça muito sentido,[ou faça,dependendo da interpretação de quem lê],mas hoje,um triste e calmo domingo a tarde,meus minutos de criatividade apareceram,e antes que sumam,decidi escrever aqui.Já que o texto inteiro esteja enfatizando sobre as características de um domingo,vejamos mais alguns detalhes.
      O dia de hoje,[um domingo] também se destaca pelo ar de solidão.Pelo menos no meu caso,já que onde eu moro é silencioso,longe da cidade,rodeado de plantas,animais do campo e muito arejado.Nos arredores da minha casa de veraneio,se respira melhor,se vive melhor,ou não.Por esse e outros motivos,o local se torna bastante calmo e relaxante.Pelo fato de eu não ter irmãos,e por meu pai estar agora aproveitando a vida andando de bicicleta,eu,em companhia dos meus cachorros,ótimos amigos em momentos entendiantes,me sinto só.Eu não acho ruim,pelo contrário,já me acostumei.Minha mãe longe,e eu e meu pai vivendo uma vida ''básica'',sem muita badalação,a solidão já se tornou rotina.É muito bom.Depende muito da pessoa.A solidão é um momento interessante da vida.Muitos escritores e compositores tiram seus textos ,baseados muitas vezes na solidão.Momento onde se consegue pensar,refletir e tirar as próprias conclusões sobre tudo e todos,sobre a vida.
      Enfim...como eu disse em alguma postagem anterior,meus minutos de criatividade aparecem e somem do nada numa fração de segundos.Ela acabou de desaparecer e eu não sei mais o que escrever.Tire suas conclusões sobre o texto.Essa foi minha reflexão sobre o Domingo.

                                                                                        ~~ Fim ~~

sábado, 23 de outubro de 2010

Estava amanhecendo...

 O sol raiando,os pássaros cantado,as folhas das carnaúbas reproduzindo o som do mar,não muito longe dali.Mas ainda estava escuro.Estava deitada,olhando para o teto.Decido levantar.Me olho no espelho e vejo aquela cara ridícula,porém serena,de quem acaba de levantar de um sono profundo.Porque fui direto ao espelho?Por nada.Só passei em frente quando me direcionava a janela.Olhando para o jardim,notei alguém.Mesmo o ponteiro do relógio apontado 6 da manhã,ainda estava parcialmente escuro.E esse alguém se aproximava.O mais estranho que não conseguia distinguir ''ele''.E falava algo que não compreendia.Algo bom talvez.A voz soava como uma arpa.Suave.Mas eu não conseguia entender.
    A pessoa não tinha quadril um pouco largo e cintura fina como uma menina,e muito menos alguém de ''corpo reto'' como um menino.E não estava tão escuro.Quem poderia ser.De repente,começa a anoitecer.Nem amanheceu e começa a anoitecer.O silêncio da noite reaparece.O som das folhas das carnaúbas continuava,mas os passarinhos se calaram.E o jardim começava a escurecer de novo,como se o tempo estivesse regredindo.Como se,naquele momento,começasse a voltar para a madrugada,e depois de um tempo,para a noite do dia anterior.Onde estava meu pai?Me sentia sozinha na casa.Mesmo que não tivesse saído do meu quarto,me sentia sozinha.E aquele alguém continuava ali.Mas como conseguia vê-lo?Se mesmo,quase de dia,só via a sombra,de noite,bem mais escuro,ainda conseguia vê-lo.E o alguém ainda falava.E eu não entendia!Eram ruídos doces,nem um pouco tristes e muito calmos.Relaxava.E começei a dormir,ali mesmo,na soleira da janela.Até que tudo ficou escuro,e eu acordei,com meu pai ali perto,e os raios de luz vazando pelas brechas da janela.Olhei rapidamente pro jardim.Estava bastante claro.O alguém se fora.Me senti fraca.Ele falou tantas coisas,e não tinha entendido nada.Mas esqueci o fato.Foi apenas um sonho.

                                                             ~~ Fim ~~

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Caramba,como o tempo voa!

    ~~ Oi

    Beleza,falta exatamente 34 dias para minhas aulas acabarem.Bom?De certo modo sim.Vai começar as sonhadas quase eternas férias de 2 meses que num instante acabam.Tempo pra ir pro cinema com o povo,[no meu caso]jogar PS2 até os dedos incharem,assistir milhões de filmes,e as coisas da tv.Bom para aquele que tem tv por assinatura.Mas enfim,i aí,daqui a 2 meses,encontro todo mundo de novo,e começa o entediante 1º ano do ensino médio. D:
   Sim,sim,seria interessante.Tirando o fato de que,eu não vou mais morar aqui,e vou me mudar pra São Paulo e passar no mínimo 2 anos lá.Vou sair do colégio,sair do meu estado e chegar lá como uma estranha num clima novo,num colégio novo,num bairro novo...Não vai ser mais perfeito os meus planos de saídas com minhas amigas.Não vai ser mais perfeito o meu entendiante 1º ano.Nada.Sem falar do sutaque.Vou chegar na sala de aula.Vou ter vergonha de falar.VERGONHA DE FALAR.sei lá. :S
    Eu penso nisso,e vem um sentimento tão ruim,que não é típico de mim.Um sentimento de infelicidade.Que droga.E o tempo voa.No meio do ano,quando eu fui saber que ia morar em SP,eu pensava: não,ainda falta é muito tempo,sem falar que lá é frio,e que eu vou conhecer pessoas novas.Vai ser tão legal.Mas aí vai chegando o dia,cada vez mais rápido,e meu pensamento muda: vou deixar minhas amizades,minha casa,minha família,tudo.E parece que o dia passa mais rápido.Que a semana passa mais rápido.Caramba,já faz uma semana que a semana cultural do meu colégio aconteceu.Uma semana perfeita.Morei no colégio.O dia inteiro lá,com minhas amigas,o povo.E já passou. u.u  Lembro até da feira de ciências no sábado,que foi triste,mas foi legal.E já passou. u.u 
         Já faz uma semana.E o tempo voa cada vez mais.E os pensamentos se perdem de noite,quando fico imaginando tudo que está por vim,num ano completamente diferente dos outros,obviamente.Enfim,acho que é isso.Queria poder adiar,mas não dá.Mas penso também pelo lado bom que é...hum...não sei.até o dia 4 eu vou pensar em alguma desculpa que eu vou dar a mim mesmo,e me confortar com algum pensamemto bom,quanto ao fato citado na postagem.

                                                                                       ~~ Fim ~~

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Pessoas! *-*

Enfim.. venho aqui me apresentar, como sabem.. sou amiga da Ruzi Galer e Nali Framel, na verdade, elas são mais que amigas, são pessoas que eu convivo e compartilho a tarde toda minha vida (literalmente) com elas *-*
então, nesse postagem só vou apenas me apresentar e apartir de amanhã, iriei falar das nossas rotinas loucas e divertidas -qq
amoo loucamente a Hayley Williams e curto bandas indie ;x
[aaaa] desisto D: tô sem criatividade nenhuma hoje D:
na verdade, hoje foi muito,muito cansativo, a aula de Química foi bem tensa '-'
sem falar do transtorno que eu sempre passo no meu transporte escolar ¬¬, velho, eu tenho certeza que estou pagando todos os meus pecados esse ano! sabe aqueles pirralhos,chatos e piolhentos gritando no pé do seu ouvido,no começo da noite quando você acaba de sair do colégio quase morta? pois éh.. eu passo esse transtorno seempre!
enfim.. estou na skype agora.. está uma loucura aqui em casa, não da pra eu pensar assim, espero que "vocês" cooperem e goste! ^^
beeijos, Ral Indie (:

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Minha boca Santa. ¬¬'

                   ~~ Oi

     Viram a postagem da minha amiga??Ela escreveu coisas legais e importantes *-*.Ela sabe escrever,e eu não.Enfim...esse não é o assunto queria falar aqui.Queria falar do dia de hoje.Ninguém tá lendo issaqui mesmo,é apenas palavras de uma garota desocupada e preguiçosa que não tem coragem de escrever num bloco de papel conheçido como diário.É muito careta.A moda agora é blog.Não que eu siga moda,mas...ah loco,me deu vontade de fazer um blog e aí eu fiz/revoltei. -w-.Voltando ao foco...sobre meu dia.O nomezinho alí de cima,Minha boca Santa,pois é.Passei uma semana,(agora surpreenda-se com a besteira)pensando que,passei 6 meses sem adoeçer.Falei isso varias vezes não sei porque.I ai,depois de 7 dias festejando o fato,meu recorde quebrado por ter passado mais de dois meses sem adoeçer,acaba. u_u.Adoeci.Uma gripizinha chatinha,que você fica com a pele ardendo,os olhos ardendo e o nariz ardendo.TUDO ARDENDO. >.<
          Fico fungando direto.Quem não me conhece e me vê assim,ou imagina que eu tô chorando,ou que eu acabei de cheirar vocesabeoque.É horrivel.Logo eu,que já sou mole,fico maais mole ainda,parecendo um mulambo ou um boneco de olinda andando.É desgraçante. D: Pra completar,hoje foi a abertura da semana cultural do meu colégio.Muita zuada,muita gente,fogos,e eu lá.Fui embora logo.Queria ter ficado mais tempo com minhas amigas,mas queria ir logo pra casa e descansar (vir aqui postar isso).
        Acho que acabou. '-'                                   
                                                                                                    
                                                                          ~~ Fim ~~

sábado, 2 de outubro de 2010

hey.

Oi, eu sou a Nali. sei que ninguém tá lendo isso aque, mas não quero saber vou falar de qualquer jeito. É... o que falar ? huuum, vamos lá: primeiro, sou amiga da Ruzi e ela é umas das melhores pessoas que conheci, chega, ta bom.Não sei o que escrever aque, achei que quando começasse a criatividade iria fluir, mas não aconteceu.Bem, meu sábado foi uma coisa monotóna, assim como toda a semana, e como a maioria dos dias da minha vida. Digo maioria, pois alguns ainda se tornam melhores com a alegria e amizade de meus amigos, que são poucos, mas muito importantes. Sim,falando de amizades lembrei da importância que é saber escolher seus amigos, já tem aquele ditado, expressão, seilá: " me diga com quem andas, que eu te digo quem tu és" pois é os nossos amigos são tão importantes que influenciam na nossa personalidade, de forma positiva ou negativa, por isso é importante saber escolher, eles te definem, não querendo usar essa palavra , mas usando : eles te "rotulam". Tipo, se suas amigas são "as patricinhas" você será vista como uma pessoa fútil, que só ligam pra aparência, se o gloss tá certinho, se o lápis não tá borrado e em quantos meninos você ficou na festa de ontem. E como as patricinhas, tem os populares (que são quase a mesma coisa), os nerds, os emos, e muitas outras "panelinhas", mas eu pessoalmente não gosto disso, ninguém deve ser rotulado de um jeito, nós todos somos iguais, apenas temos características próprias . Sim, voltando, perceba se seu amigo é realmente seu AMIGO, se ele estará lá se você precisar, se não tem vergonha do seu jeito, se rir com você, se não é apenas "colega" que só está ali com você com algum interesse,ou apenas pra conversar, amigo é aquele que ficaria com você se não tivesse outras pessoas, aquele que critica você sim, mas com o intuito de lhe ajudar a melhorar e não de querer inferiorizar-lhe. Amigo é aquele que quer o seu melhor, que faz tudo pra que você fique bem, mesmo que o que ele fará não trará a ele tantos bens assim, apenas a satisfação de saber que você ficou bem. Amigo é aquele que se você precisar, ele não oferecerá a mão, ele se oferecerá totalmente , corpo e alma, para lhe fazer feliz.

Inventando coisa pra colocar aqui.

     Então,como eu quero cada vez mais aumentar o conteúdo do blog eu pensei em colocar umas músicas legais,que eu gosto de ouvir,e talvez,seja quem for que estiver lendo agora,possa ouvir.

~~ The Kill - 30 seconds to mars
~~ The Fantasy - 30 seconds to mars
~~ The Story - 30 seconds to mars
~~ Gostava Tanto de Você - Titãs
~~ Marvim - Titãs    [*-*]
~~ Não Vá Embora - Marisa Monte
~~ Esqueça - Vanessa da Mata e Marisa Monte
~~ Gone With the Sin - H.I.M

Então,tem mais um monte,mas aí depois eu boto. (:     
  BOM PROVEITO.

Um dia de sábado chatíssimo.

           ~~ Oi

    Tô aqui de novo,sem nada pra falar,ou nada pra escrever,mas,tenho esperança de que nesses 5 minutos que talvez eu leve pra esrever alguma coisa,a criatividade apareça.Engraçado,minha criatividade apareçe nas horas mais importunas[não sei escrever] do dia.Na hora da aula de geometria,dentro do carro,na hora da natação[faço natação],quando eu to desenhando uma flor [uma das únicas coisas que eu sei desenhar] ou então quando estou comendo comida enlatada. '-'
    Agora,exatamente 12:53 da manhã de um tedioso sabádo,eu estou aqui,escrevendo coisas,que depois,quando eu leio tudo pra ver se eu escrevi algo de errado,eu vejo quanta inutilidade eu falo sem perceber.Realmente,se sabe quando se tem amigos de verdade.[já to começando um assunto que não tem praticamente nada a ver].Eles realmente te suportam,aguentam cada coisa despresível que você diz,esses amigos e amigas ouvem.No meu caso,geralmente riem,e eu até me sinto bem,mas depois,me sinto como se eu existisse pra divertir as pessoas,falar besteiras pra melhorar o dia delas.Pensando assim,é até legal,mas...enfim,mesmo sendo um blog onde ninguem sabe quem eu sou,não queria falar disso.Piora meu dia.Então,decidi não ser a palhaçinha que fala piadinhas pro pessoal rir.Tô um pouco mais calada,sento na primeira cadeira da fila da parede,onde fico na frente da janela,o que é ótimo e ,mesmo já no finalzinho do ano,nas últimas provas,eu to conseguindo entender coisas que antes eu não sabia pra onde é que ia.Pronto,acho que eu falei coisas que relamente queia falar,nesse bloguisinho que eu tenho certeza que ninguém ler,mas tô pouco me linchando pra isso.Bom final de semana.[ignore isso]

                                                                                        :|

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

!

               ~~ Oi

  Até agora,tudo que eu postei não passaram que bobagens de quem não tem o que falar.Agora eu tenho.Queria falar do meu dia.Da minha semana,pra aumentar o texto.Vejamos...minha semana foi até interessante.Nada de ruim aconteceu.Eu não fiquei tão anti-social como na semana passada,finalmente prestei atenção nas aulas mais terriveis que eu já vi,não pelo fato de serem chatas (algumas são) ,mas pelo fato de o professor falar,falar e você ficar com aquela cara de 'hãm??',o que é isto??'' e coisa e tal.Física e Biologia.Por que elas existem.Seria bem mais fácil de fizessemos provas em computadores.Agente ia no wikipédia e pronto.Eu aprendia.Eu não vou precisar de química e biologia pro meu futuro,a sonhada publicidade.lá eles trabalham com computadores.è só ir no Google. e_e
   Olha que legal,eu tava pensando fazer um textozão gigante,só deu míseras 8 linhas de pura besteira da minha vidinha em um colégio católico..Eu não sirvo pra ser blogueira.A criatividade somi,do nada,e eu não acho ela.Resumidamente,meu dia foi legal.Fiquei na sala,desenhando uma borboleta e uma tartaruga,que a princípio seria um beija-flor.O que eu tinha pra falar falei.Até que eu escrevi foi muito pra uma primeira postagem boazinha.

                                                                                         ~~ Fim~~

Distorcendo o sentido das coisas. (não,eu não sei fazer título de postagem)

         ~~ Oi

   Pra quem não entendeu o significado do título,eu explico: o principal sentido(objetivo) desse blog era falar sobre coisas polêmicas,que todos criticam e coisa e tal.Tinha um monte de assunto pra postar aqui,mas aí,eu chego aqui e  minha criatividade somi.Eu esqueço de como começar e acabar determinados assuntos e ai eu não escrevo nada.Então,resolvi fazer desse blog um canto que eu possa falar sobre meu dia,coisas úteis ou insignificantes que acontecem no meu divertido e colorido dia,por isso,a mudança do ''momento desocupação'' para o Night of a lifetime.Enfim,no momento,nesta maravilhosa e orrenda (nãoseicomoseescreve) sexta-feira,nada de muito legal aconteceu,tirando o fato de,nesse minuto eu estar sendo atacada por uma dor de barriga insurpotável que eu consigo suportar (ria da minha burrice).Arrependa-se de mais uma vez ta lendo isso.

                                                                                                                          tchau.   e_e